LULA: brilhou no Inter/RS e no Fluminense

                    Luís Ribeiro Pinto Neto nasceu dia 16 de novembro de 1946, na cidade de Arcoverde (PE). Foi um  ótimo ponta-esquerda do Internacional de Porto Alegre, de 1974 a 1977, e do Fluminense, de 1966 a 1973, trabalhou como técnico na Arábia Saudita até 2002 e voltou para o Brasil. Começou a carreira no Ferroviário de Natal-RN e foi logo transferido para o Fluminense ao ser observado por um olheiro do tricolor carioca.

                    Foi emprestado ao Palmeiras, onde ganhou seu primeiro título brasileiro, a Taça Brasil de 1967, não tendo disputado nenhuma partida pelo Palmeiras no Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1967, campeonatos reconhecidos como Campeonatos Brasileiros. Pelo Palmeiras foram apenas 16 jogos (12 vitórias, 2 empates, 2 derrotas) e nenhum gol marcado.

                     Um dos jogos que Lula fez com a camisa alviverde, foi no dia 6 de agosto de 1967, quando o Palmeiras empatou em 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro. Neste dia o Palmeiras jogou com Perez, Geraldo Scalera, Baldochi, Minuca e Ferrari; Dudu e Ademir da Guia; Dorval, Servilio, César e Lula. O técnico era Aymoré Moreira. Do outro lado o técnico santista Antoninho, mandou a campo os seguintes jogadores; Gilmar, Carlos Alberto, Joel Camargo, Orlando Peçanha e Rildo; Zito e Clodoaldo; Edu, Pelé, Silva e Pepe. O árbitro da partida foi Armando Marques e os gols foram marcados por Pelé e Orlando Peçanha contra.

                     Retornou ao Fluminense, onde viveu grandes momentos naquele time do Flu que foi campeão carioca em 1969, 1971 e 1973 e da Taça Brasil de 1970. Lula disputou 377 partidas pelo Fluminense, com 170 vitórias, 104 empates e 103 derrotas, marcando 102 gols.

                    Mas, os melhores momentos de Lula foram vividos no Internacional de Porto Alegre, quando o Colorado era o maior time do mundo e ninguém falava nada. Pelo Inter conquistou três títulos do Campeonato Gaúcho e dois do Campeonato Brasileiro, alcançando a marca de ter conquistado 4 títulos nacionais, por 3 clubes diferentes.

                     Em 1975 e 1976, o Inter teve jogadores inesquecíveis como: Manga, Cláudio, Figueroa, Vacaria, Marinho Peres, Caçapava, Batista, Falcão, Carpegiani, Valdomiro, Dario, Flávio Minuano, Escurinho e técnicos competentes como Dino Sani e Rubens Minelli.

                      Lula mantinha um comportamento rebelde fora dos gramados. Chegou a se desentender com o ex-treinador Rubens Minelli, na época do Internacional-RS, que pediu demissão, mas foi demovido pelo então vice-presidente de futebol, Federico Arnaldo Ballvê. O mesmo Ballvê proferiu uma frase famosa sobre Lula: “Durante a semana ele nos incomoda, e no domingo incomoda os adversários”. Encerrou a sua carreira no Sport, em 1979.

                      Pela Seleção Brasileira, atuou em 13 partidas, marcou dois gols e ganhou cinco títulos. Em campo, Lula era veloz e goleador. A partir de 1989, também atuou como treinador de diversos times da Arábia Saudita, onde continua a trabalhar em 2014.

                       Hoje ele está aposentado na linda Recife (PE), onde administra seus imóveis, mas continua ligado ao futebol, buscando e revelando novos craques. Dizem até que se receber um convite para voltar a ser técnico, ele chuta a aposentadoria para escanteio e retorna ao banco de reservas.

1976 – Em pé: Marinho Chagas, Leão, Miguel, Beto Fuscão, Falcão e Orlando    –    Agachados: Gil, Zito, Roberto Dinamite, Rivelino e Lula
Em pé: Valdir Peres, Chicão, Nelinho, Miguel, Amaral e Marinho Chagas    –    Agachados: Flecha, Geraldo, Palhinha, Rivelino e Lula
Em pé: Félix, Toninho, Carlos Alberto Pintinho, Bruñel, Assis e Marco Antônio    –   Agachados: Marquinhos, Kléber, Dionísio, Manfrini e Lula
1970 – Em pé: Oliveira, Félix, Denilson, Galhardo, Assis e Marco Antônio     –     Agachados: Cafuringa, Didi, Mickey, Samarone e Lula
Em pé: Manga, Cláudio Duarte, Figueroa, Vacaria, Marinho Peres e Falcão    –   Agachados: Valdomiro, Batista, Dario, Caçapava e Lula
Em pé: Oliveira, Félix, Galhardo, Denilson, Assis e Marco Antônio    –   Agachados: Cafuringa, Didi, Flávio, Samarone e Lula
Em Pé: Assis, Osmar, Denilson, Galhardo, Félix e Oliveira    –   Agachados: Wilton, Suingue, Ademar Pantera, Samarone e Lula
Em pé: Pontes, Manga, Claudio, Figueroa, Vacaria e Falcão    –    Agachados: Valdomiro, Escurinho, Sérgio Lima, Paulo Cesar Carpegiani e Lula

 

Postado em L

Deixe uma resposta