AIRTON: marcou sete gols contra a seleção dos Estados Unidos

                               Airton Batista dos Santos nasceu dia 19 de maio de 1942, na cidade do Rio de Janeiro. Logo que iniciou sua carreira fez parte da Seleção Brasileira de Futebol que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 1963. No dia 28 de abril de 1963 o Brasil goleou os Estados Unidos por 10×0, Airton marcou simplesmente 7 gols, os outros três foram marcados por Othon, Nenê e Jairzinho. Este jogo foi realizado no Estádio do Parque São Jorge e árbitro foi João Etzel Filho. Com estes sete gols, Airton é até hoje, o jogador com maior número de gols numa única partida da Seleção Brasileira de Futebol Sub-23.

                             Airton jogou no Flamengo de 1963 até 1967 e nesse período realizou 130 partidas, sendo 76 vitórias, 22 empates e 32 derrotas. Marcou 72 gols. Além do Flamengo, defendeu também o Botafogo carioca e o Corinthians.

                              Sua passagem pelo Timão não foi das melhores. Ele foi emprestado pelo Flamengo em troca do meia Silva para a disputa do Campeonato Paulista de 1965, mas logo acabou devolvido. Com a camisa do alvinegro de Parque São Jorge foram apenas 25 jogos, sendo 17 vitórias, 3 empates e 5 derrotas. Marcou nesse período, 11 gols.

                              Sua estreia no Corinthians aconteceu dia 6 de junho de 1965, quando o Timão perdeu para o Comercial de Ribeirão Preto por 2×1 pela Taça Cidade de Ribeirão Preto. O jogo foi realizado no estádio Palma Travasso e o árbitro da partida foi Anacleto Pietrobon. O único gol corintiano foi anotado por Dino Sani, enquanto que para o time da casa marcaram Luiz Carlos e Ari. Com essa vitória o Comercial sagrou-se campeão do Torneio.

                               Para este jogo o técnico corintiano Osvaldo Brandão mandou a campo os seguintes jogadores; Heitor, Augusto, Eduardo, Clóvis e Maciel; Edson e Dino Sani; Marcos, Airton, Manoelzinho (Alex) e Adalberto (Luizinho). Nesse dia tivemos um acontecimento inédito, ou seja, o ponta esquerda Alberto, pertencia ao Botafogo de Ribeirão Preto e foi emprestado ao Corinthians somente para esse jogo. Também tivemos na preliminar desse jogo, um clássico carioca entre Fluminense e Botafogo e o Tricolor carioca venceu por 3×1.

                               Sua última partida pelo Corinthians aconteceu no dia 15 de dezembro de 1965, na última rodada do Campeonato Paulista daquele ano. Neste dia o Corinthians simplesmente atropelou o XV de Piracicaba, 7×0. Os gols foram marcados por Dino Sani (4), Airton (2) e Nei.

                                Para este jogo o técnico Osvaldo Brandão escalou a seguinte equipe; Heitor, Jair Marinho, Galhardo, Clóvis e Edson; Dino Sani e Rivelino; Marcos, Nei, Airton e Gilson Porto. O jogo foi disputado no estádio do Parque São Jorge e o árbitro da partida foi Carmelito Voi.

                                Airton Batista dos Santos, mais conhecido nos meios futebolísticos como Airton Beleza, faleceu dia 18 de fevereiro de 1996. Durante sua carreira conquistou os seguintes títulos:

Flamengo – Campeonato Carioca de 1963 e 1965.

Botafogo – Torneio Triangular de Caracas (Venezuela) de 1967, o Torneio Início de 1967 e o Campeonato Carioca de 1967.

Seleção Brasileira  –  Jogos Pan-americanos (Medalha de Ouro) de 1963

Em pé: Dino Sani, Galhardo, Edson, Clóvis, Eduardo e Heitor    –    Agachados: Marcos, Rivelino, Flávio, Airton e Geraldo José
Em pé: Murilo, Marcial, Ananias, Luis Carlos, Carlinhos e Paulo Henrique   –    Agachados: Espanhol, Nelsinho, Airton Beleza, Geraldo José e Osvaldo
Em pé: Murilo, Ditão, Marcial, Joubert, Carlinhos e Paulo Henrique   –    Agachados: Amauri, Nelson, Airton, Paulo Choco e Osvaldo
Em pé: Clóvis, Marcial, Edson, Galhardo, Eduardo e Maciel     –     Agachados: Marcos, Rivelino, Airton, Flávio e Gilson Porto
Em pé: Murilo, Marcial, Ditão, Ananias, Carlinhos e Paulo Henrique   –    Agachados: Carlos Alberto, Nelsinho, Aírton Beleza, Berico e Osvaldo
Em pé: Clóvis, Galhardo, Marcial, Dino Sani, Edson e Eduardo     –    Agachados: Marcos, Rivelino, Airton, Flávio e Geraldo José

 

 

Postado em A

Deixe uma resposta