NARCISO: campeão brasileiro pelo Santos em 2004

                       Narciso dos Santos nasceu dia 23 de Dezembro de 1973, na cidade de Neópolis (AL).   A carreira começou ainda adolescente no Corinthians de Alagoas. Permaneceu no clube de 1991 a 1994, quando foi contratado pela Paraguaçuense, clube no qual profissionalizou-se.

                       Em seguida, chegou ao Santos junto com o meia Marcelinho Paraíba. Curiosamente, a negociação com o clube da Vila quase emperrou por conta de empresários, que queriam levar os dois atletas para o Palmeiras.

                       No Santos Narciso foi vice-campeão brasileiro de 1995, campeão do Rio-São Paulo de 1997, da Conmebol de 1998 e do Campeonato Brasileiro de 2004.

                       Disse ele certa vez à reportagem da Rede Record que o desprezo do técnico Vanderlei Luxemburgo em 2004 o motivou a encerrar a carreira. “Estava bem, treinando regularmente, mas jamais tive chances com Luxemburgo. Por isso achei melhor parar”.

                        Em 1999, Narciso teve uma passagem relâmpago pelo Flamengo, quando atuou como volante. Pendurou as chuteiras em 2005, atuando pelo Santos.

                        Passou, então, a atuar na base do Santos. Em 2011, após sete anos seguidos trabalhando com os novos “Meninos da Vila”, Narciso foi contratado pelo rival Corinthians e passou a garimpar talentos na categoria de base do Timão. Ficou na equipe de Parque São Jorge até julho de 2012, conquistando nessa sua passagem a Copa São Paulo de Futebol Júnior daquela temporada.

                   Em julho de 2012, foi confirmado como o novo treinador da categoria sub-20 do Palmeiras. Após a saída do técnico Felipão, chegou a comandar a equipe principal por uma partida, contra o Corinthians, quando foi derrotado por 2 a 0 no Pacaembu.

                       No dia 18 de novembro do mesmo ano, somando 9 vitórias, 7 empates e 20 derrotas no Campeonato Brasileiro, o time alviverde foi rebaixado pela segunda vez para a série B. Foi desligado do clube de Palestra Itália em 11 de março de 2013.

                       Treinou a equipe do Operário em 2013 e assumiu o comando do Penapolense em 2014, ano em que levou a equipe do interior às semifinais do Campeonato Paulista, eliminando o São Paulo na fase anterior. No entanto, no estadual do ano seguinte, o ex-beque não conseguiu repetir o bom desempenho, e acabou sendo desligado do cargo após quatro rodadas.

                             Em 2015 treinou o Linense e foi anunciado pelo ABC no mês de dezembro. Após menos de dois meses na equipe potiguar, Narciso foi demitido. O ex-zagueiro Narciso entrou para a história do futebol como exemplo de superação após constatar que sofria de leucemia, no ano 2000.

                             Submeteu-se a um transplante de medula e chegou a voltar a jogar pelo Santos, mas encerrou a carreira em 2004.  No dia 22 de fevereiro de 2016 foi anunciado como técnico do XV de Piracicaba, onde permaneceu por pouco mais de um mês.

                             No dia 5 de abril de 2016 foi demitido do XV de Piracicaba. Desde então, promove jogos beneficentes e eventos para angariar fundos destinados a entidades que cuidam da doença.

1995 – Em pé: Narciso, Marquinhos Capixaba, Galo, Vágner, Marcos Paulo e Edinho    –     Agachados: Robert, Carlinhos, Jamelli, Giovanni e Marcelo Passos
Em pé: Andrei, Élson, Cláudio, Narciso, Gustavo Nery e Zetti   –   Agachados: Rodrigão, Lúcio, Michel, Eduardo Marques e Dodô
Em pé: Argel, Ronaldão, Zetti, Athirson, Anderson Lima e Claudiomiro    –     Agachados: Muller, Caíco, Narciso, Lúcio e Jorginho
Em pé:  Zetti, Ânderson, Élder, Sandro, Claudiomiro e Marcos Bazílio   –    Agachados: Athirson, Eduardo Marques, Alessandro, Fernandes e Narciso

 

Em pé: Narciso, Carlinhos, Marquinhos Capixaba, Ronaldo Marconato, Marcos Adriano e Edinho    – Agachados: Giovanni, Jamelli, Robert, Camanducaia e Marcelo Passos
Postado em N

Deixe uma resposta